17 de jan de 2014

a primeira CHuva do ano!

Saí de Ipanema com o sudoeste. Fui pelo calçadão e quando cheguei em Copacabana, tive a brilhante idéia de tomar um banho de chuva. Acelerei o passo na intenção de deixar a mochila com o material que não podia ser molhado. Entrei no prédio com as primeiras gotas e em casa, fui direto pro banheiro, trocar o short pelo long John. Depois daquele sufoco básico pra passar os pés pelas pernas de neoprene (colocando um saco plástico nos pés fica mais fácil), montei o “equipamento” à prova d´água, coloquei a câmera dentro e já comecei a gravar. A idéia inicial era tomar o primeiro banho de chuva do ano na praia, evoluiu para entrar no mar de prancha e dar umas remadas e finalmente, filmar tudo. A prancha ficou em casa.

Dei o play e já comecei a gravar. Fui ao banheiro pra apagar a luz e dar um alô/tchau no espelho. Voltei pra matar o resto da água que levei para a praia e saí de casa cantando “The end” do Doors.


Ouvia meu nome cada vez mais baixo enquanto explicava o que ia fazer, descendo a escada. Pisei na rua e meus dreads pesaram. Fui na fé, observado por todos. Era o único que desbravava a chuva como se fosse parte dela. Além dos aparatos “de ponta” que me destacavam da massa.

Esse long-john relíquia da Mormaii ainda me serve. Desde 1994!

No caminho, botei pilha em duas gringas lindas pra tomar banho de chuva, mas continuei andando. O sinal abriu e continuei até pular nas areias da Princesinha do Mar. Raios por toda parte. Pensei na possibilidade de ser eletrocutado por um deles dentro d´água, mas tava muito afim de boiar e documentar a chuva. Relaxei, mas a paz acabou quando avistei um saco plástico. Sacanagem! Me atrapalhou bastante, mas não podia deixá-lo ali (e joguei no lixo satisfeito!). Ainda curti mais um pouco, filmei umas 4 pessoas entrando na água e finalmente saí. Voltei na intenção de buscar a prancha pra aproveitar as merrequinhas e reencontrei as gringas ainda debaixo da marquise. Acho que todo mundo na verdade...rs. Exceto o RUNK, que passou desbravando de bike pela rua e mandou um salve. Outro brother debaixo da marquise falou comigo. Voltei com a câmera desligada, mas ligeiro pra tentar surfar. Na frente do prédio, uma cachoeira. Entrei filmando, mas perdi essa parte. Descarreguei os filmes ainda encharcado e encarando o céu escuro pela janela, decidi deixar o surf pra outra hora. Por enquanto. ;) 

a primeira CHuva do ano
another EXPerimental movie by PXE

"Vai chover, vai parar"


Nenhum comentário: