9 de jan de 2013

Altinha, mimetização e a mina do abacaxi

O dia hoje foi praticamente todo na altinha. Pena que eu só vi a bola através do monitor, editando a nova temporada de Ipanema All Teen, projeto lançado pela guapuruvu.com no verão passado.


Enquanto editava e salvava os vídeos, aproveitei pra fazer mais um retoque na "Pineapple Girl" e finalizei o segundo quadro da série 74, uma linha que venho desenvolvendo desde outubro do ano passado.


Em 2012, cheguei a fazer algumas artes abstratas e já vinha pensando em alguma forma de aproveitar embalagens e outros materiais. Comecei juntando as latas que sobravam das pinturas e daí surgiu a 74, uma pseudo marca que tem como objetivo criar arte com materiais reciclados. 

Depois, ganhei uma carteira de caixa de leite de presente e fiquei feliz com a possibilidade de dar um fim mais nobre a elas. Cheguei a fazer algumas, mas nessa altura do campeonato, eu já estava de olho em todo tipo de embalagem e comecei a viajar nessa série.



As madeiras de suporte foram encontradas na rua e as embalagens de todos os produtos foram adquiridas na compra dos mesmos. O conceito gira em torno da mimetização de peças comuns no nosso cotidiano com o fundo abstrato e a confusão entre as diferentes dimensões. 

O primeiro desafio foi colar as embalagens e cheguei a usar cola spray e silvertape sem sucesso. Acabei utilizando a cola de sapateiro, que apesar do preço acima do que eu esperava, resolveu a questão perfeitamente.

Tudo colado, superfície pronta pra receber as tintas...moleza?! Nem tanto, pois na hora de retocar esses traços pretos é que a cobra fuma. Ah, e esses mesmos traços coincidem, mas é tudo uma questão de ponto de vista.

Agora é esperar pela futura expo pra conferir essas peças de perto! ;)

Nenhum comentário: